Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito

Rate this post

 Como estudar Textos Técnicos

Vamos falar sobre como estudar textos técnicos usando Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito.

Seguem algumas diretrizes para o estudo de TEXTOS TÉCNICOS que irão lhe ajudar a fazer um estudo de melhor qualidade e maior grau de retenção. Todo conteúdo aqui informado está baseado no CURSO DE MEMORIZAÇÃO do RENATO ALVES, e se você quiser saber mais sobre o curso, CLIQUE AQUI.

No curso você aprende, o segredo para o estudo de textos técnicos ou jurídicos não está na leitura pura e simples, nem a memorização por palavras chave ou histórias criativas. Esse tipo de texto exige mais do que mera leitura. Vamos focar no estudo das matérias que mais caem e investir no processo de confirmação.

Siga os passos abaixo:

Primeiro passo – Preparação: Prepare bem o local, converse com as pessoas e explique que você não quer ser interrompido durante os estudos. Desligue também todos os equipamentos para que consiga estudar com foco. Lembre-se: nenhuma ligação, mensagem ou notificação é mais importante do que os seus estudos.

Segundo passo – Seleção: Dentro do material que irá estudar, selecione o assunto que será estudado hoje e concentre-se apenas nele. Ignore os demais para que a ansiedade da quantidade de páginas não sabote a sua concentração. O importante é o foco apenas no que será estudado hoje. Amanhã é outro dia! Exemplo abaixo:

Exemplo: Seleção de conteúdo que será estudado hoje:

2. SISTEMA DE PLANEJAMENTO E DE ORÇAMENTO FEDERAL

2.1. FINALIDADES

PAPEL DOS AGENTES DO SISTEMA DE PLANEJAMENTO E DE ORÇAMENTO FEDERAL

2.2.1. SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL

2.2.2. ÓRGÃO SETORIAL

2.2.3. UNIDADE ORÇAMENTÁRIA

Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito

Terceiro passo – Atitude Mental: A melhor forma de aprender é ensinar. Nesta etapa eu quero que você esqueça que é estudante. Assuma neste momento a identidade de um professor que vai preparar uma aula sobre o assunto que será estudado. Isso é muito importante: Você agora será um professor, ok? E você vai começar os estudos pelo primeiro tópico do material selecionado. No exemplo o tema é “Sistema de Planejamento e de Orçamento Federal”.

E qual é o papel do professor?

O papel do professor é decodificar o assunto e facilitar o entendimento do aluno, por isso o texto técnico pode exigir um pouco mais de cuidado do que uma simples leitura. Então siga as etapas abaixo:

1 – Primeira Leitura:  É uma visão geral do assunto. Esta leitura é preliminar e não há necessidade de compreensão. O seu objetivo nesta etapa é ter uma visão geral do texto, saber o que você “vai encontrar pela frente” e como irá preparar a aula dos seus “alunos”.

2 – Segunda leitura:  Agora leia com calma. Faça pausas se for necessário. Nesta etapa você fará reflexão, pesquisará no dicionário e vai decodificar, ou seja, vai interpretar o texto de uma forma mais compreensiva.

Nesta etapa você também utiliza alguns métodos mnemônicos para memorização de detalhes (informações) importantes como números, datas, abreviações, etc. (uma lista de abreviações, por exemplo, podem ser memorizadas com a técnica de fixação rápida, aula D18 (módulo 4) do curso Estudo Memorização do Renato Alves.

Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito são armas poderosas nessa área, se bem aplicadas!

Lembre-se: o seu objetivo é entender o suficiente para ensinar a outra pessoa, por isso no final do trecho estudado você vai tentar explicar com suas próprias palavras.

Se neste momento você conseguir explicar, mesmo que pouco, ótimo, estamos começando a construir em sua memória o conhecimento da matéria.

Se não conseguiu explicar de primeira, não se desespere. Faça novamente a segunda etapa até que você consiga explicar para si mesmo a matéria. No começo parece é um processo demorado, mas é apenas impressão. Quanto você “pegar o jeito” verá que é uma estratégia rápida e poderosa de estudo.

3 – Interpretação: Depois de terminada a segunda leitura, feche o livro e explique todo o conteúdo. Agora você vai simular uma aula. Explique como se tivesse alguém precisando aprender aquela matéria com você. Seja um professor bem competente, ok?

Aplicando-se essas três etapas iniciais você obtém a compreensão, e esse é o primeiro passo para a memorização. “Aprender e ensinar… aprender e ensinar… aprender e ensinar…” É a CONFIRMAÇÃO! Nesta etapa, seja bem criativo, simule um “Seminário” sobre o assunto, ministre a aula para si mesmo ou para os colegas (imaginários).

4 – Resumo: Depois de ter estudado, compreendido e explicado, chegou a hora de fazer umas breves anotações. Como faria um professor que prepara uma aula. Pegue uma folha e “codifique” aquele conteúdo usando algumas palavras chave ou frases resumo. É a sua ficha de revisão! O objetivo aqui é criar um resumo usando o mínimo de informações, mas que sejam bons gatilhos de memória, isto é, informações que no primeiro contato façam você se lembrar do texto estudado. Pense que você é um professor e vai dar uma aula baseando-se apenas nas anotações que você fez.

5 Revisão: Depois de ter validado, ou seja, testado o seu resumo e se certificado de que consegue explicar o texto a partir dele, chegou a hora de agendar as revisões. Fazendo as revisões em datas programadas com intervalos de 12 horas durante entre as revisões durante 4 dias, você garante a manutenção deste conhecimento em memórias de longa duração.

Essa dica vai te ajuda nas Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito.

Essa técnica e muitas outras são explicada com detalhe no Curso de Memorização do Renato Alves. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

Técnicas de estudo e memorização aplicadas ao direito

Elton

Website: