Como Estudar Direito Constitucional para concursos

Rate this post

Dica de Como Estudar Direito Constitucional para Concursos

O direito constitucional e direito administrativo corresponde às disciplinas exigidas quase em totalidade de concursos. São disciplinas que geram preocupação sobre candidatos, em particular para os que seguem da formação na área exatas, com costume maior para cálculos em comparação com leituras extensas. Neste artigo vou dar uma dica de ouro para você saber como estudar direito constitucional para concursos.

Importância do Direito Constitucional

como estudar direito constitucional para concursosNão é por nada que o direito constitucional e direito administrativo sejam os ramos do direito mais exigidos em relação aos concursos. O direito constitucional se caracteriza básico, pois a Constituição se resume lei maior da nação, com definição dos limites e parâmetros às outras leis totais.

E, a questão é essencial a todos os cidadãos, deveria ter ensino pela escola, da maneira lúdica, para que haja possibilidade de entender os próprios direitos, funcionamento do estado e ocorrências que integram o cotidiano e se caracterizam notícias constantes em mídia.

Já o direito administrativo vai preparar o candidato ao exercício das próprias futuras atividades, e ainda confere para cidadão conhecimento do que existe ou não de permissão em esfera pública.

Material para se Preparar

É geral que o candidato para concurso público não possua tanta condição financeira para investimento em preparação. O complicado é que, a depender do tipo de concurso, fica difícil obter preparação adequada se o indivíduo não possuir materiais com qualidade.

Assim, certo investimento é exigido, pois é necessário obter conhecimento de necessidade para ter aprovação e para exercer a futura atividade.

No entanto, há possibilidade de otimização dos gastos, sem esquecer que ter vários materiais não corresponde aprovação. Mas, não são em todas as vezes que o material de menor custo é a escolha ideal, já que é necessária a garantia da qualidade em relação às informações.

Existem livros de excelência voltados particularmente aos concursos públicos e que possuem vantagem do uso de abordagem com maior objetividade e mais alinhada em relação ao que se cobra em provas, o que não ocorre para livros usados em faculdade.

Para as pessoas que perceberem bastante dificuldade para compreensão de palavras e expressões usadas, é importante ter dicionário jurídico ou procurar a compreensão pela internet, para não gerar outro obstáculo ao entendimento total sobre conteúdos.

É fundamental para saber como estudar direito constitucional para concursos, dispor de textos legais, Constituição Federal e as leis exatamente citadas, para consultar e anotar. Isto pode ser acessado de forma gratuita, devendo ser depois encadernado, em página www4.planalto.gov.br/legislacao, ou adquirido nas livrarias.

como estudar direito constitucional para concursos

Tipos de Cursos

Em acréscimo aos tradicionais cursos presenciais, existem cursos telepresenciais e online de excelência. Cada tipo possui as próprias vantagens e desvantagens, e escolher dependerá do perfil do indivíduo. Em curso presencial existe interação maior em relação aos outros indivíduos que estão vivenciando projeto parecido, e tal troca tem seu valor.

Os cursos pela internet possibilitam economizar tempo e dinheiro sobre deslocamento, porém a pessoa necessita possuir disciplina, o recomendado é fazer definição de horários para que as aulas sejam assistidas, como se tratasse de curso presencial.

Dicas de Estudo

Fazer a leitura da teoria, dispondo do texto da Constituição e das leis, todo momento, em mãos. Sempre que determinado artigo for citado, o indivíduo deve realizar leitura com atenção do mesmo, e sublinhar, para que as futuras revisões sejam facilitadas.

Um bom planejamento é realizar anotações pequenas e com organização em texto da lei, assim sempre serão lembradas nas leituras posteriores. O candidato deve sempre carregar determinado material de estudo.

Para direito constitucional e direito administrativo, Constituição Federal, leis 8.112 e 8.666 fazem composição de kit a carregar, e devem ter leitura sempre que existir oportunidade.

Os conteúdos programáticos exigidos em concursos públicos se resumem bastante extensos. Desta forma, o candidato deve dar prioridade aos assuntos que normalmente são mais cobrados por bancas.

Cada examinadora possui as próprias preferências, porém alguns são selecionados por quase totalidade. Trata-se do art. 5° da Constituição, como exemplo. O controle da constitucionalidade ainda se caracteriza tema recorrente nos concursos com complexidade superior.

você sabe como estudar direito constitucional para concursos

Veja agora uma dica de ouro que mostrará como estudar direito constitucional para concursos e enriquecer sua preparação!

Essa técnica é chamada de lembrança por associação e é ensinada em detalhes no Curso de Estudo e Memorização do Professor Renato Alves.

Primeiro você precisa fazer um estudo da matéria e revisar tudo que estudou no mesmo dia ou no máximo no dia seguinte. Após 24 horas da sua revisão, pegue uma folha de papel e caneta e faça a seguinte pergunta em sua mente: ” Quando eu Penso em Direito Constitucional, eu me lembro de”.

Anote tudo que vier em sua mente sobre o assunto, faça uma lista de frases e palavras, qualquer coisa que você lembrar, anote.

Exemplo:

  1. Ramo do direito público,
  2. normas constitucionais,
  3. consideradas leis supremas,
  4. função regulamentar e delimitar o poder estatal,
  5. Ferdinand Lassalle,
  6. Supremo Tribunal Federal

Etc…

como estudar direito constitucional para concursos

De posse da lista de frases e palavras que você conseguiu extrair da memória sem consultar os livros, você fará a mesma pergunta só que desta vez para cada palavra que você lembrou.

Usando o exemplo de palavras acima, veja como fazer:

Quando eu penso em “Ramo do Direito Público, eu me lembro de…

Quando eu penso em normas constitucionais, eu me lembro de….

Fazendo assim, você cria um banco de ideias que vai lhe mostrar o quanto você lembra dessa matéria e o quanto você não lembra e que precisa revisar.

Procure fazer novas associações deixando cada vez mais RICO seu BANCO DE IDÉIAS.

Essa técnica serve para:

  1. Recuperar lembranças antigas
  2. Iniciar revisão de matérias
  3. Organizar as ideias
  4. Escrever redação
  5. Organizar e escrever TCC
  6. Reverter o “Branco na hora da prova”

Essa técnica é mostrada em detalhes no curso de memorização do Renato Alves, e se você quiser saber mais detalhes do curso, clique AQUI.

direito constitucional para concursos direito constitucional para concursos

Elton

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.